Blog / Jornada de Saúde Mental

O Território Terapêutico e o Hospital Dia | Vídeo

Jornada de Saúde Mental 17/12/2018

No tratamento em saúde mental, “território” é uma palavra associada à promoção da socialização, pensando não apenas no espaço terapêutico da clínicas e hospitais, mas na vida do paciente fora desse local, em sociedade e em família. Para pacientes que frequentam hospitais dia, o uso do território é fundamental em seu processo de ressocialização.

O tema foi abordado na palestra “O Território Terapêutico e o Hospital Dia”, realizada pela terapeuta ocupacional Lívia Brandão, durante a Jornada de Saúde Mental, que trouxe as experiências das atividades desenvolvidas no hospital dia da Holiste, relacionadas ao aproveitamento do território como ferramenta inclusiva.

“No eixo psicodinâmico, é observada a individualidade do paciente, como ele estabelece uma relação com a doença, a compreensão sobre seu tratamento e que sentido dá para isso. No eixo socioterapêutico, são estimuladas as relações sociais, e no eixo biológico, é promovida a consciência e cuidado com o próprio corpo. Cada paciente do espaço tem um plano terapêutico, sendo indicado para as atividades que mais contribuirão no avanço dessas etapas do processo de tratamento”, detalhou Lívia Brandão.

Assista ao vídeo da palestra

A rua como aliada

Quando se pensa nos recursos terapêuticos – atividades, oficinas, grupos e outros – é preciso entender que elas são fundamentais na recuperação do paciente. Contudo, a grande maioria delas ocorrem dentro de um espaço institucional e, por isso, possuem algumas limitações. Assim, no plano terapêutico da Holiste Dia, a rua foi inserida como recurso de reinserção de seus pacientes paciente no ambiente social. Dessa forma, eles são levados para vivenciar experiências externas ao ambiente do tratamento, aplicando as habilidades que desenvolveram durantes as atividades e oficinas internas.

“Quando se expande para o território, conseguimos agregar todo contexto social. Isso ultrapassa os limites do espaço, começa a ir para a rua, que é rica em estímulos que afetam o paciente de formas diferentes, proporcionando experiências mais ricas e reais, com interações diversas de saber e poder”, pontuou a terapeuta ocupacional.

Ressignificação

Ao entrar em tratamento, como sublinhou Lívia Brandão, o paciente busca ressignificar suas relações, sua forma de viver e sua visão de si mesmo.

“O hospital dia é o espaço onde vemos isso ocorrendo todos os dias, de forma constante. Mas a pergunta é: o paciente vai fazer o que com toda essa experiência que adquiriu nesse espaço, que é protegido? Ele precisa ir para a rua, colocar isso no dia a dia, na prática”, finalizou a palestrante.

SAIBA MAIS NO VÍDEO: HOSPITAL DIA DE SAÚDE MENTAL

 

Jornada de Saúde Mental

Com o tema “Abordagens Terapêuticas no tratamento dos Transtornos Mentais”, a Jornada de Saúde Mental, promovida pela Holiste, ocorreu em outubro, em Salvador, e abordou questões relacionadas ao trabalho multidisciplinar no tratamento em Saúde Mental.

O evento contou com a intensa participação de profissionais e estudantes da área que, durante dois dias, debateram sobre psicologia, psicanalise, psicopedagogia, terapia ocupacional, nutrição e acompanhante terapêutico no tratamento dos transtornos mentais.

 

Comentários

Inscreva-se para receber conteúdo sobre Psiquiatria e Saúde Mental

Cadastrar