Blog / Depressão

Suicídio e Depressão | Palestra Dr. Gordilho

Depressão 25/10/2017

Suicídio e Depressão são doenças muito relacionadas, porém é importante ressaltar que nem todo indivíduo que apresenta sintomas depressivos está propenso a cometer um suicídio.

A depressão é uma das principais causas de incapacidade do mundo, mais de 350 milhões de pessoas sofrem desta doença. Porém, é a intensidade do quadro depressivo que será determinante para definir o risco de suicídio.  Dr. André Gordilho, psiquiatra da Holiste, ministrou a palestra “Suicídio e Depressão” para profissionais da área de saúde do Exército da Bahia. O encontro teve como objetivo falar sobre o suicídio e a depressão, sintomas e as formas de tratamento.

 

DEPRESSÃO X SUICÍDIO

A depressão é uma doença multicausal e bastante complexa. As características presentes no indivíduo que possui um transtorno depressivo podem ser classificadas em sintomas psíquicos, que engloba anedonia, diminuição da capacidade de concentração e sensação de perda de energia; sintomas fisiológicos, incluindo alterações de sono, alterações de apetite e libido; e evidências comportamentais como retraimento social, crises de choro e comportamento suicida. “Das mudanças de comportamento, as mais perigosas são a desesperança e a anedonia (falta da capacidade de sentir prazer). Identificando algum destes sintomas, o ideal é que seja realizada uma consulta com um especialista o mais rápido possível”, orienta o psiquiatra.

Segundo ele, este transtorno é um dos principais responsáveis pelo índice de suicídios: “Acredita-se que 70% dos suicídios são decorrentes de transtornos de humor (depressão, transtorno bipolar, transtorno distímico, etc.). André Gordilho ressalta ainda que, exceto o motivado por causas ideológicas, o suicídio não é uma escolha, mas sim, sintoma de um transtorno, e sendo transtorno, deve e pode ser tratado.

O tabu que envolve esta doença é ainda o maior dificultador na busca do diagnóstico. Na maioria das vezes, os familiares tendem a ignorar os sinais de que algo errado está acontecendo. Comportamentos fora do padrão, depressões, problemas com álcool e outras drogas muitas vezes são menosprezados ou encarados como algo de menor importância. É justamente nestes casos, quando a doença não é diagnosticada e tratada precocemente, onde o risco de suicídio aumenta consideravelmente.

 

TRATAMENTOS DA DEPRESSÃO

Dr. Gordilho ainda falou sobre os tratamentos mais indicados para a depressão, são eles: fármacos antidepressivos, terapias de neuroestimulação, cetamina e psicoterapias. “O objetivo do tratamento é a eliminação ou diminuição dos sintomas depressivos, redução do risco de recaída e recorrência, melhora do quadro clínico e da qualidade de vida, além da diminuição de morbidade e mortalidade”. 

De acordo com o médico, o tratamento pode ser dividido em 3 fases: aguda, continuação e manutenção. Cada uma delas possui um objetivo específico no tratamento: “A primeira tem como objetivo evitar sintomas residuais e recuperar o desempenho psicossocial do indivíduo; a segunda fase, evitar recaídas; e por fim, na terceira fase o objetivo é a prevenção de recorrências de novos episódios”.

 

VÍDEOS SOBRE A DEPRESSÃO

Dr. André Gordilho abordou o tema Depressão na websérie Desmistificando a Saúde Mental, onde falou das principais características da doença e seus tratamentos.  Veja o Vídeo O QUE É DEPRESSÃO.

O psiquiatra também realizou a palestra sobre o tema no Ciclo de Palestras Holiste, onde falou sobre as emoções, características da depressão e a diferença entre tristeza e depressão.  Assista ao vídeo da palestra completa: TRISTEZA E DEPRESSÃO: COMO DIFERENCIAR? 

Comentários

Inscreva-se para receber conteúdo sobre Psiquiatria e Saúde Mental

Cadastrar