Marcação de consultas

71 3082 3611  e 71 99973 3611

Fonoaudiologia

Fonoaudiologia é a área da saúde que trabalha com os diferentes aspectos da comunicação humana, desde transtornos de fala aos aperfeiçoamentos da saúde vocal e auditiva.

Entende-se por demandas clínicas fonoaudiológicas quaisquer alterações que se manifestem na linguagem oral (fala) e escrita, voz, audição e funções ligadas a motricidade orofacial (deglutição, sucção, respiração e mastigação), sejam elas derivadas de dificuldades de desenvolvimento na infância, processos de envelhecimento, doenças neurológicas ou transtornos mentais.

As intervenções visam promover o desenvolvimento adequado da linguagem e/ou promover a reabilitação das funções orofaciais, objetivando a inclusão social do indivíduo, geralmente abalada pelas limitações comunicacionais provocadas por essas disfunções.

Saúde Mental e a Fonoaudiologia

Alguns transtornos mentais podem interferir diretamente na capacidade de comunicação do indivíduo.  Não é incomum que pacientes com esquizofrenia, transtorno bipolar ou depressão, apresentem dificuldade de fala, leitura, escrita, ou de motricidade orofacial, prejudicando sua autonomia e vínculos sociais.

As intervenções e reabilitações fonoaudiológicas visam melhorar as habilidades de comunicação e relacionamento interpessoal, promovendo a inserção social do paciente.

Intervenções Terapêuticas

Os atendimentos são individuais ou em grupos, dependendo das especificidades do caso e dos objetivos a serem alcançados, levando em consideração os sintomas do distúrbio a ser tratado, as características individuais e o contexto sociofamiliar do paciente.

O tratamento é realizado através de atividades de treinos motores orofaciais, recursos materiais fonoaudiológicos e jogos terapêuticos. A prioridade nos atendimentos é promover, de forma lúdica, as habilidades cognitivas e de linguagem, favorecendo a comunicação e a expressão corporal, além de outras demandas.

As estratégias e processos das intervenções são adaptados para os diversos públicos, atendendo às necessidades distintas de cada fase da vida: crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Inscreva-se para receber conteúdo sobre Psiquiatria e Saúde Mental

Cadastrar